7 de ago de 2006

Auto-estimometro

Toda mulher sabe que ter a auto-estima nas nuvens funciona mais do que a beleza propriamente dita. Você pode ser um monumento, estar com tudo em cima. Se a auto-estima não acompanhar na altitude, você passa mais batida que secretária de consultório médico da novela das 6. E isso ninguém merece.
Meu trabalho fica numa avenidona aqui em São Paulo, dessas com muito fluxo de caminhões e motoboys. E eu desenvolvi um auto-estimômetro a partir disso. Funciona assim: sou obrigada a ouvir uma média de 3 buzinas no trajeto do estacionamento até a esquina da agência. Buzinar é bizarro, é o ó, caminhoneiros e motoboys (com todo o respeito) não são o meu target, mas não é que funciona.
Em dois quarteirões não existe nenhuma possibilidade de não ouvir nenhuma (pelo menos no meu caso, tá? Desculpa aí.) Uma é grave, duas é aceitável, três tá ok. Mas tem dias que eu ouço sete, oito e aí é correr para o abraço, que o dia promete. Depois de sete buzinas não tem uma pessoa que não pergunte: o que você fez no cabelo? Tá com a cara boa, tá bonita, tá gata. E eu sou obrigada a concordar porque depois de sete buzinas, meu bem, eu fico me achando. Acorda mais cedo, capricha aí e arranja um auto-estimômetro para você também. E não deixe a média de buzinas nem a auto-estima cair. Em hipótese nenhuma.

Quando a auto-estima cair no dedão do pé, vá à pedicure e deixa esse dedão tudo.

12 comentários:

Guilherme Carvalho disse...

Você é simplismente fabulosa!!!!!

Ciça disse...

Auto-estimometro é tudo nessa vida inconstante! E já descobri que é possível ter vários deles (um dia eu conto todos!) Mas tenho um permanente: o cara do estacionamento do meu trabalho, que diz toda manhã: "Bom dia menina! Vai sair pra almoçar hoje, né? Tá muito magrinha!" rsrsrs - de onde ele tira que eu tô magrinha? e que eu sou menina?! Na verdade ele só quer saber se coloca meu carro num lugar alí mais facinho de sair ao meio dia ou se pode esconder atrás das Toyotas da galera mais abastada! hehehe, mas tá valendo pra começar o dia se achando ainda mais!

Olha, só pra finalizar: não costumo recomendar o que eu não gosto não, mas esse aqui vai ser direcionado pruma lista bacanérrima, como estes textos! Amei!! bjos

Anônimo disse...

Eu vi o que você fez, e eu sei quem você é.

Anônimo disse...

fia, minha auto-estima sempre passou muito bem sem buzina. e se levei alguma algum dia com certeza achei q era p/ moça com a bunda de fora ou calça super justa. isso combina com buzina. por sinal acho buzina a coisa mais chata do mundo, q seja p/ elogiar q seja p/ xingar.

gera disse...

minha auto-estima tá no pé rs

mas c'est la vie

amei o blog. vou lá recomendar no meu

Anônimo disse...

Você é simplismente fabulosa!!!!! Guilherme

Ciça disse...

Auto-estimometro é tudo nessa vida inconstante! E já descobri que é possível ter vários deles (um dia eu conto todos!) Mas tenho um permanente: o cara do estacionamento do meu trabalho, que diz toda manhã: "Bom dia menina! Vai sair pra almoçar hoje, né? Tá muito magrinha!" rsrsrs - de onde ele tira que eu tô magrinha? e que eu sou menina?! Na verdade ele só quer saber se coloca meu carro num lugar alí mais facinho de sair ao meio dia ou se pode esconder atrás das Toyotas da galera mais abastada! hehehe, mas tá valendo pra começar o dia se achando ainda mais!

Olha, só pra finalizar: não costumo recomendar o que eu não gosto não, mas esse aqui vai ser direcionado pruma lista bacanérrima, como estes textos! Amei!! bjos

Anônimo disse...

fia, minha auto-estima sempre passou muito bem sem buzina. e se levei alguma algum dia com certeza achei q era p/ moça com a bunda de fora ou calça super justa. isso combina com buzina. por sinal acho buzina a coisa mais chata do mundo, q seja p/ elogiar q seja p/ xingar.

Mônica disse...

dica para quem está precisando de um lifting na auto-estima:
compre uma roupa MA-RA-VI-LHO-SA, e saia por aí cheia de vontade,
pode crer que não vai ter pra ninguém!

Adorei, já é um dos meus favoritérrimos!
beijo

Mylena disse...

Há poucos textos atrás, li que você adoraria descobrir que suas palavras viraram Spam como se fosse um daqueles do Verissimo, Jabor, Millor. Pois é, esse aqui eu recebi por email, repassei pra uns 15 que, pela matemática da web, cada um deve ter dado um forward pra mais 15 e aí, meu bem, já era!
Parabéns pelo blog gostosinho de ler!
beijocas!
Mylena

Cláudia disse...

Imagina na rua do meu trabalho, que está sendo ampliada pra virar uma avenida, com obras há seis meses?
A peãozada ferve! Realmente não tem baixa auto-estima que resista, por mais ralé que o cara seja.

Carla Melani disse...

Agora acompanhei,e stá em Sampa mesmo,legal!adorei o "auto-estimômetro", vou usar, citando fonte claro.sou psicóloga e falo as vezes para mulheres que ficam esperando o dia passar:"Sai aí se esbarrar com a sorte",alguém te perceber no mundo sempre vai bem.bjs,Carla