27 de fev de 2007

Pelo amor

A maior prova de que os adultos são uns grandes filhos da puta é terem inventado a maçã do amor. Quando você olha para todas elas enfileiradas na carrocinha do parque de diversões, vê todos os pré-requisitos do que deve ser a coisa mais maravilhosa que uma criança poderia ter na vida: vermelha, brilhante, caramelizada. Tão perfeita que você abre mão de um rolê na roda gigante em troca de uma delas, sem pestanejar. Negócio fechado, jura que você vai me dar uma dessas, mãe? Será que eu mereço tanto? Seus pais vão lá, compram, entregam na sua mão e você, pequeno e fascinado por aquele manjar dos deuses, pensa na melhor maneira de morder sem estragar nada. É um momento inesquecível até que seus dentinhos de leite cruzam a barreira do caramelo e se deparam com a coisa mais insossa do planeta. Acho que essa foi a primeira decepção que eu tive na vida, só comparável a ver a Simony na Playboy. Para que fazer isso com as pobres criancinhas? Depois elas é quem são cruéis.

13 de fev de 2007

Categoria Rei Leao e Categoria Simba

Duas coisas me deixaram pensativas quando eu assisti O Rei Leão no cinema. A primeira é como os pais fariam para controlar o choro e as perguntas incrédulas das criancinhas na hora em que o leão pai morre pisoteado pelos gnus.
A segunda é como os ilustradores conseguiram estabelecer duas categorias de leões tão distintas. O leão pai era o fodão, tinha uma postura de macho, orgulhoso, corajoso sem fazer nenhum esforço para isso. Simba já é outro naipe: o principiante, porra-louca, perdidaço na vida. Nem quando ele assume o trono de rei no final do filme, perde a cara de Rei Leão Jr.
Eu passei a usar essas duas categorias para um monte de coisas.
Já tive um cachorro pastor alemão que era o Rei Leão dos Pastores Alemães. Hoje tenho um vira-lata totalmente Simba.
Professores e chefes também se enquadram nessa categoria: tem o Rei Leão, que você admira pela postura, pelo poder. E tem o Simba (e como tem).
Marlon Brando era um Rei Leão de homem. Gael García Bernal é um Simba. No caso, simba lá pra casa. Mas é um Simba.
Todo mundo tem aqueles bofes Simbas que ficaram aí pela vida, bonzinhos, precisando superar algum trauma ou com muito o que aprender. Agora, cá entre nós, nada como um bofe Rei Leão na vida de uma mulher. Chega a ser covardia. Hakuna Matata, baby.

3 de fev de 2007

Os sons mais horríveis do mundo

Li no Terra outro dia que “um estudo realizado pelo Centro de Pesquisa Acústica da Universidade Salford, na Inglaterra, listou os sons mais horríveis ao ouvido humano”. Foi feita uma pesquisa com mais de 1 milhão de pessoas do mundo todo. Os cientistas determinaram que o som de uma pessoa vomitando é o pior de todos (!!!).
Necessariamente nesta ordem, aí vai a relação dos piores sons do mundo:
Vômito, Microfonia, Bebês chorando, Rangidos de trem freando, Balanço em um playground, Violino desafinado, Flatulência , Um bebê chorando, Discussão em uma novela, Barulho de corrente elétrica, Grunhido do diabo da Tasmânia, Miados desesperado de um gato, Tosse, Toques de telefones celular, Porta rangendo, Latido de cachorro, Barulho de alguém fungando, Giz em um quadro negro, Barulho de isopor e Broca de dentista.

Agora a pergunta que não quer calar: como é que ninguém mencionou aquela música da Ivete Sangalo que diz “Chupa toda. Disse toda” nessa pesquisa?