7 de mai de 2007

Isso e um sinal

Típico de mulher é achar que qualquer coisa que acontece na vida é um sinal. Sinal dos céus, sinal do destino, sinal de que ela tem que fazer alguma coisa. E normalmente essa coisa é catar o telefone e ligar para aquele bofe que anda sumido. Estranho é que o fato dele ter desaparecido nunca é um sinal de que ele não está a fim. De jeito nenhum.
Esse comportamento é o que eu costumo chamar de mistura de Pollyana com Mãe Dinah. Veja um exemplinho besta: alguém te conta que o seu ex-affair mudou para o Rio de Janeiro. Aí você vai ver seus e-mails e, quando entra no uol, pipoca um banner enorme da Tam com promoção de ponte aérea por R$ 20,00. Pimba. Isso é um sinal.
Esse até que foi bem direto porque, quanto mais remoto for o sinal, mais sinal é. Sinal bom mesmo é aquele que precisa de um bom contorcionismo no raciocínio para fazer sentido. Mas nós mulheres tiramos de letra porque raciocínio Cirque du Soleil é nossa especialidade.
Você acorda atrasada, mais precisamente às 9:30h, 9+3+0=12, 1+2=3. Três é o número de vezes que você saiu com o cara. Aí é só encontrar uma amiga e contar: “Nossa, olha que louco. Hoje acordei e a primeira coisa que aconteceu foi um sinal daqueles”.
Sinais fazem o sentido que você quiser que eles façam. Dependem da ligação que você, e só você, faz dentro dessa cabecinha de pudim. Quando a gente vê muitos sinais por aí, deve ser sinal de que a vida anda meio monótona, isso sim.

4 comentários:

Val disse...

Vixe, tenho certeza que seu texto foi um sinal... e falo sério!
Beijos Linda!!!

Thaís disse...

Deus do céu tô parecendo Mãe de Santo ...Só essa semana eu recebi uns quatro sinais.!!
Mas até que essa é uma parte gostosa de ser mulher...
Eu gosto.....
Adorei o texto !!
bju

gera disse...

pra mim, sinal e o que a angelica tem na perna

ra ra

tá eu paro!!!

Gabi disse...

tenho cabeça de pudim. e recebo váaaaaaarios sinais todos os dias. que me causam mmmmmmmuita confusão ;)