26 de jul de 2008

TFFC - Tô Fora Futebol Clube

Um time que você já deve ter visto por aí.
O uniforme oficial consiste no seguinte: calça leging de cotton, camisetão que cobre a bunda, tênis tipo Keds ou qualquer outro que seja ou tenha algum detalhe cor-de-rosa. Pronto. É assim que uma mulher sinaliza para o mundo que saiu de campo, que não quer mais brincar, que não está mais interessada em ser bonita e atraente para ninguém. Nem para ela mesma. A justificativa é em nome do conforto. Assim elas se sentem mais à vontade.
Desculpa, mas uma mulher só se sente à vontade de verdade quando sai de casa de bem com o espelho. E uma perguntinha: tem coisa mais confortável do que um vestido? E mais feminina? Essa combinaçãozinha é de doer e ponto. Ela está para uma mulher assim como a calça de moleton com pochete está para o homem. Fim de carreira.
Sim, é fútil. Não, nem todas as mulheres ligam tanto para a aparência (é só dar uma olhada nos membros do PSOL). E é claro que eu não tenho nada a ver com isso. Digamos que seja apenas um toque. Pensa duas vezes antes de sair de casa com essa roupinha, please. Se quer malhar no parque, não leva o poodle (gostei dessa frase e ela vai ficar mesmo não tendo, aparentemente, nada a ver com nada). Se não está com tudo em cima para usar um top, usa um agasalho, um colete, mas esquece essa camisetona, que isso é mais um outdoor, uma bandeira, uma fachada de neon piscando e gritando a plenos pulmões que a sua auto-estima foi para o saco. Quando é usada para malhar, até que ainda passa (não, não passa), mas essa mulherada se veste assim para tudo, para todas as atividades do dia. E as que ainda têm a cara-de-pau de “transar” uma bolsa com detalhes em dourado por cima do visu confortável? Afe.
Essa combinação sempre vem acompanhada de uma atitude quase deprê, que mostra que você não liga mais para você mesma. Os outros, com quem você não deve se importar, são um mero detalhe. O problema é você.
Ninguém precisa sair de casa vestida de proibidona do funk para mostrar que está se sentindo bem. Longe disso, peloamordedeus. Mas convenhamos, não precisa pensar muito para ver que dá para caprichar um pouquinho mais. E toda mulher sabe a diferença que isso faz. Despendura já essa chuteira, que até alguém voltar para provar o contrário, a vida é uma só. E é um luxo.

14 comentários:

Luccas Jones disse...

Olá!
Até que enfim eu consegui ser o primeiro a comentar, uahshuahusaus... Fazia tempo que não conseguia esse milagre^^

Estou completamente de acordo, uahshuasua, essa história de camisetona é muito trash... Pior só se for aquelas camisetas antigas, que sem duvidas tem uma mancha e tals, ou então aquelas de politico/marcasgratis ou qualquer coisa assim...

Huhasuahusauhshua, é a vida, sempre tem um louco que vai estar péssimamente vestido, acredito!

Beeeeijos^^

Gi disse...

Tem outra que é péssima: jeans demais para ser verdade. As pessoas que combinam calca jeans com jaqueta jeans, com bolsa jeans, com tudo jeans. muito ruim.

Anônimo disse...

Isso é MUITO verdade. E ainda bem que vc mencionou a calça de moleton para os homens.
Ainda estou pensando sobre o poodle.
rsrs

Helena disse...

Concordo. Eu confesso que depois dos anos 90 e da infância, assim que pude me livrei de todas as roupas terríveis – MESMO para ficar em casa.
Convenhamos, tem roupa bonita e confortável às pencas. Desculpa para ficar feia não existe mais. É uma questão de opção apenas.

(parece zica, mas toda vez que posto alguma coisa vejo um erro grotesco de português, aí tenho que apagar o comentário e reescrever e sair correndo da página para não achar outro erro...)

gera - man in the box disse...

se joga pintosa

põe rosa!!

e bate aqui (pá)

Eduardo R. disse...

Sim. Sim. Sim.
Aquilo é triste.

Luciana disse...

Pra mim, o pior é o que vc falou, a tal bolsa dando "um toque". Tipo bolsa socialzinha com uma roupa esporte. É foda!

Anônimo disse...

Sinalizar que tá fora é muito bom. hahahaha

Joba disse...

não suporto gente que usa roupa de ginástica pra tudo! que aflição!

Dedinhos Nervosos disse...

Quando tinha uns 16 anos, conheci um gato que era meu número. Ele me ligou e combinamos um cineminha. Quando cheguei lá, eis que o gato estava de moleton azul claro, camisa amarela e tênis sem cadarço. Juro que se ele não tivesse me visto de longe, voltaria no mesmo pé.
Bjos!

marcia disse...

Me perdoem as mulheres "despojadas" mas no meu entender mulher alguma fica bonita de camiseta... ainda mais se tiver passado dos 30 com média de gordura corporal acima de 30% e com bigode chinês na área...
Volta pro mar OFERENDA kkkkkkk
ps: quem lê pensa que sou Miss.

doutor ademar disse...

e em geral nestas camisetonas está escrito: "Big Brother Brasil", "GAP", "Hard Rock Cafe - Orlando" ou "Geraldo Alkmin Presidente"

Anônimo disse...

Todo mundo se acha muito "legal", né? Quanto preconceito, eita mundinho cão.

Maria Caroline disse...

E essa história vira um "Tostines": a pessoa usa esse "kit" pq está gorda e cada vez engorda mais pq não nota já que usa o "Kit" todos os dias. Logo logo nem leging do tamanho dela vai ter... triste!