19 de set de 2009

Mudança


Sugiro que você comece pelas coisas menores e mais frágeis. Arranje caixas, jornais e plástico-bolha para proteger aqueles cristais com que você tanto brindou, os copos, as xícaras e toda a louça. Tudo o que fez parte da sua rotina. Guarde muito bem o castiçal mexicano e o vaso que era da sua avó e tudo o que tem histórico. Proteja as xícaras de chá que sua mãe ganhou de casamento e te deu um dia. Proteja tudo o que te deram de coração e leve com as próprias mãos. Importantíssimo: desfaça-se de coisas que estavam lá mas que você percebeu que não precisava, que não eram tão bacanas como você achou que eram no dia que comprou. A vida está cheia desses enganos que fazem a gente desperdiçar nosso tempo e nosso afeto. Uma pena. Só pena.
Pegue suas malas de viagens cheias de adesivos, arranhões e milhas acumuladas e coloque suas roupas íntimas ou elas correm o risco de passar pelas mãos de pessoas estranhas, muito estranhas. Leve com você, no porta-malas do carro junto com seus sapatos preferidos e mais lindos. Seus vestidos, saias e casacos empilhados cabem na mala maior. Suas bijouterias, a presilha de borboleta do cabelo, as pulseiras e brincos sem os quais você se sente nua.
Arranje ajudantes para as coisas mais pesadas. Você não tem piano mas já carregou a sua cota. Não se engane achando que dá para carregar tanto peso sozinha. Que só seus amigos bem-intencionados podem ajudar. Certas coisas exigem ajuda profissional. Deixe todos os trambolhos com eles, sem culpa. Confie e pague uma boa gorjeta, que eles merecem.
Estou considerando que você já cuidou da pintura nova, cobriu as rachaduras, já imagina onde cada coisa pode ficar. Deixar para depois da mudança em si, costuma ser um transtorno.
Nunca ache que esta é apenas mais uma mudança ou que é a última. Pense que é a mais importante de todas. As coisas podem demorar uns dias para ficarem em seus lugares, mas você dá conta. Sempre deu. E sempre mudou para melhor.
Pense onde suas plantas vão crescer mais fortes e com as folhas mais lustrosas. Lembre-se que as flores gostam de sol mas as orquídeas precisam de sombra. A fixação de raízes é importante mesmo que você nunca tenha pensado nisso antes.
Superstições à parte, entre na casa ou na vida nova com o pé direito. Chame quem importa para comemorar com você. Seja feliz. E que venham as próximas.

16 comentários:

Ciça disse...

como sempre, gostei! Feliz casa nova!! beijos e brilho! apareça.

Gi disse...

Frida e metáforas perfeitas. Acho que está mais do que na hora de sair um livro. Que tal?
bjbjbj

marcia disse...

Ai que felicidade, M.U.D.A.N.Ç.A
Um brinde ao Novo Tempo...
bjos

Pequena Russa disse...

toda felicidade do mundo pra vc !!! não vejo a hora de te dar muitos abraçossssss !!!

Fabiola disse...

Que lindo, Guria!!! Adorei!!!
Vc mudou de novo?!!
Faz tanto tempo que não nos falamos assim?
Saudades...
Beijos

Renatinha disse...

Nossa Flavia... que delícia de mudança. Estamos nos mudando juntas para novos recomeços, que não seja a última, mas que seja a mais importante.
beijos
Re

Nicholls disse...

Mudanças são boas :), acho que preciso de algumas *reflite*, gostei do texto me deixou feliz ^^

Anônimo disse...

Concordo. O mais importante da mudança é jogar todo o lixo acumulado pra fora.

Denis Lee disse...

Frida! (:

Clauber disse...

Amore! Parabéns!! Que vc seja ainda mais feliz. Bjoss

Bia Pessoa disse...

Nossa fazia tempo que você não postavam fiquei com saudades!! E como sempre..adoreo texto!

Joba disse...

Que lindo texto. Minhas últimas duas mudanças foram assim, com essa reflexão. Parei pra pensar com calma em cada coisa e decidi me cercar só daquilo que eu amo e que reforça a minha personalidade. Parabéns pela casa nova.

Mariana disse...

Este foi de longe o seu melhor texto! Claro que para o meu gosto, né! Entre os meus top está também o Laranjas, uni-vos.

Luciana disse...

Feliz casa nova! Cada vez que vou te visitar, vou numa casa diferente, é isso? Quem pode, pode. bjs!! To orgulhosa!

gera disse...

arrasa

e me convida pro churras

Roberta disse...

Ai que delicia de mundança mais romântica gente!!

Bons novos ares!