28 de ago de 2006

Santo remedio

Quem está na balada tem que estar preparada para conhecer todo tipo de pessoa. Adoro conhecer gente mas ninguém é obrigado a aturar mané. Existem mil maneiras de se livrar rapidamente de um mané. Você pode dizer que vai ao bar pegar uma bebida e nunca mais voltar. Mas mané que é mané fala que vai com você. “Vou ao toalete” é sempre bom. Desde que você não vá. Porque mané que se preze fica esperando perto da porta. Você pode dizer que precisa encontrar sua amiga, que seu celular tocou e você vai atender lá fora. Mas posso falar? Nenhuma dessas fórmulas é infalível.
Eu desenvolvi minha própria técnica. Aliás, deu certo meio sem querer e, desde então eu aplico sempre. Assim que eu percebo que o cara é mané mesmo, sem chances de reverter o quadro, no meio do papo eu interrompo com a pergunta:
- Você é parente do Chico Anysio?
Você não pode imaginar o poder que esta simples pergunta tem. Ela causa reações inesperadas. Nem eu entendo direito. É como o Homem Aranha descobrindo que tem superpoderes. É simplesmente desconcertante. Alguns querem saber de onde eu tirei isso e a resposta tem que ser meio reticente: sei lá, a sobrancelha. Ou pior: deve ser algum personagem.
Tem cara que fica puto, tem gente que acha graça. Mas a maioria dá uma disfarçada e cai fora. Como diria o próprio Chico Anysio: Tá com pena? Então leva para você.

6 comentários:

gera disse...

eu to rolando ponto com ponto bê erre

Anônimo disse...

Adooooooorei!!!!! Imagino muito vc fazendo a perguna pros manés!!!!

Bjs

Andréia Lipsky

Paloma de Montserrat disse...

huahuahua

Ciça disse...

tá ficando cada vez melhor!! hahaha, amei!

E não é que descobri neste final de semana que dizer que o cara se parece com o Nando Reis e perguntar se são parentes também é uma ótima tática!!?

bjos

Anônimo disse...

aaa..se eu tivesse lido esse post antes!

sensacional!

Lu

Cibele disse...

Eu precisava muito disso!