27 de mai de 2008

Checklist

Minha bunda sumiu. Veja bem, o verbo é sumir e não cair. Quem foi minha colega de faculdade pode testemunhar que fui Miss Bumbum no dia do trote dos calouros. Ok, isso não é nenhum mérito e foi lá pelos idos de 91. Mas que eu tinha bunda, tinha. Estou a ponto de colocar fotos em caixas de leite, faixas pelo bairro. Acho que não nos veremos mais. Paciência.
Meus cílios cresceram. Eles nunca fizeram curva antes. Nem quando eu caprichava no rímel. De uns tempos para cá estão mais longos e com as pontinhas viradas para cima. Minha amiga Cris que faz minha make em ocasiões para lá de especiais já nem coloca mais os tufinhos postiços nos cantos, que eu tanto amo. Ela diz que não precisa. E se ela diz, eu acredito.
Meus cabelos amansaram. Eles continuam cacheados, longos, com frizz. Mas agora não são mais indomáveis. Acho que encontrei o creme certo. Encontrei não, a Cris (de novo ela) me apresentou. Por baixo eles estão alisando. Os brancos estão vindo com cada vez mais força mas eu ainda não preciso pintar. Arranco todos que vejo. Sou mais forte do que eles. Alguns estão adquirindo um tom acobreado. Pensei que era sol mas é falta de pigmento mesmo. Pré-cabelo-branco. Ai, ai.
Cintura, nunca tive. Sempre fui meio reta, meio tábua. Panturrilha também não, mas agora eu tenho. De ouro.
Barriguinha. Adquiri. Mas hei de queimar. Braços, tenho que firmar. Coxas idem. Segunda-feira eu começo.
Pés agora eu mostro. Antes tinha vergonha, hoje acho eles bem normais. Eles não mudaram. Fui eu.
Celulite. Positivo. Estrias. Operante, mas bem poucas. Quase nada. Espinhas. Ainda.
Rugas nos cantos dos olhos também andam marcando presença. Nunca usei creme mas sei que tenho que começar.
Nada mudou nas minhas mãos. Mas já me disseram que mão denuncia a idade. Essa eu não sabia.
Peso não aumentou. Miopia aumentou. Agora tenho 5,25 e meu oftalmo falou que não posso fazer cirurgia porque não estabilizou. Ufa, odeio cirurgias.
Pescoço, ok. Queixo, ok. Peitos pequenos, de verdade, para o alto e avante. Saboneteiras, lindas de morrer. Sardas no colo, odeio. Tenho que usar pencas de protetor solar para elas pararem de pintar por lá.
Pêlos não diminuem com o passar dos anos como mentiu minha depiladora. Mas descobri que depilação é que nem cócega. Quando os outros fazem a gente sente mais. Eu mesmo cuido disso com meu Satinelle da Phillips (não é merchandising, é gratidão).
Quando fico de ressaca é para valer. Passo o dia seguinte inteiro sem prestar para nada.

Cabo da Boa Esperança, aqui vou eu.

13 comentários:

Anônimo disse...

rsrsrsrsrsrsrsrsrs
me dá o telefone dessa Cris?

marcia disse...

Olha só você não tem 1 KG a perder...
O resto passa friend )

~Luc disse...

Baushhuashuashuas, eu também quero o telefone dessa Cris!

Huhauhsuhashuas, eu entendi bem esse post, porque eu to em processo de emagrecimento e tá tudo 'sumindo', auhsuhashuasuas, tem partes que não deviam sumir totalmente, mas tudo bem...

O que importa nessa vida?
SABONETEIRAS BONITAS! E eu estou criando as minhas com muito amor, uhashuasuas.

Quanto ao protetor solar, use, garotaaaaa! É sério, é questão de saúde isso, além de uma pele branquinha ser mais bela que uma pele queimada, com o tempo o sol vai deixando a pele estranha.

Eu tenho 16 e vivo com protetor solar, auhshuahuashuas, tudo bem que eu moro no Rio, mas mesmo assim, uso até em dias de chuva! Huhashuahusahuhsuas, é meio incomodo, mas tudo bem, fazer o que!

Beeeeeeeeijos, TO AMAAAAAAAAANDO O BLOG DEMAIS! Incrível, mas tá melhorando ainda mais, sabe? Fico chocado, como algo perfeito pode ficar mais perfeito?

Eu amo³ isso daqui! :)

*Miss bumbum da faculdade foi ótééémo! Huashuahushuahuas, bye.

Gi disse...

Ahhhh, pára com isso. Tá querendo elogio, né?
Vc é impagável. bj

Luana disse...

hummm gostei dessa ideia de cilios so nos cantinhos...

Gera disse...

adoro

vc escreve horrooooores de bem

livroooooo

Gera disse...

entao... vou te mandar as fotos do casóriod e casa

nao tão aqui / recepção pro casal? acho chic

e digno / supervou!!! vamos armar???

Anônimo disse...

Adorei o post, é bacanerrimo, como vc!

re disse...

arrasa, peruana! vc sabe das coisas.

Pequena Russa disse...

Muito bom ! E cadê o ombro fino !

Lizi disse...

Engraçado, observei as meeeeesmas mudanças.hahahaha Será que isso quer dizer alguma coisa? hihihi
Os cabelos brancos surgem raramente. Capricha na Vitamina C, ajuda na formação da melanina, consequentemente, os cabelos branqueiam mais lentamente.

Beijos Kikita

Anônimo disse...

Novo acordo da camara-e.net acentua a expansão e modernidade dos serviços dos Registradores e Notários

Desde os primórdios da humanidade o homem lida com o desafio de preservar suas idéias ao longo dos séculos. Pedra, argila, papiro, papel e agora o documento eletrônico. A consolidação da economia digital passa necessariamente pela preservação de longo prazo de documentos eletrônicos. O documento eletrônico é o epicentro de uma economia digital saudável. E atualmente os guardiões de longo prazo de documentos em papel são os registradores e notários.

Se avaliarmos os serviços dos registradores e notários, conseguimos ver o tamanho do desafio no uso da tecnologia digital, considerando que eles detêm o controle do ciclo de vida dos documentos públicos, desde as certidões de nascimento e óbito, passando pelo casamento, divórcio, compra e venda de imóveis, abertura e fechamento de empresas, etc. Neste contexto, o uso do documento eletrônico é um avanço na qualidade da prestação de serviços dos cartórios.

A modernização dos serviços de cartórios no Brasil já é uma realidade. Em uma iniciativa cooperada dos registradores e notários brasileiros criou-se a Central Registral de Serviços Eletrônicos Compartilhados (CRSEC) que contempla a utilização das tecnologias disponíveis para permitir que os registradores e notários adaptem seus serviços à realidade virtual. Entre outras aplicações, a CRSEC envolve a constituição de uma Autoridade Certificadora Brasileira de Registro (AC BR), o credenciamento das Autoridades de Registro ARISP, IRIB, CDT e ARPEN, a operação do sistema Ofício Eletrônico para uso do Poder Público, a Central de Certidões Digitais, a Penhora On-Line e demais soluções disponibilizadas através do site www.crsec.com.br.

Este trabalho conta com o apoio da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net) através do seu Comitê de Registros Públicos, sob a coordenação do Dr. Sergio Jacomino, que tem como objetivo: discussão, debates, estudos sobre certificação digital; fomento ao uso de documentos eletrônicos; publicações específicas dirigidas ao segmento de registros públicos. Além de cursos, seminários e encontros específicos; coordenação com organismos internacionais para estudos e debates sobre documentação eletrônicas nas atividades registrais.

Recentemente, uma das grandes conquistas do Comitê de Registros Públicos foi o acordo estabelecido entre a camara-e.net e o Colégio de Registradores de Propriedade, Comercial e Bens Móveis da Espanha, assinado em 16 de maio de 2008. Este acordo estabelece um regime de confiança mútua entre os certificados digitais emitidos pelo Colégio de Registradores da Espanha e os emitidos no Brasil pela Autoridade Certificadora Brasileira de Registro (AC BR) e todas as Autoridades certificadoras subordinadas ao Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI (ICP-Brasil).

Certificação Digital na Espanha
A Espanha é um país com tradição no uso de tecnologias. Concebido há cerca de 50 anos, os espanhóis tem o DNI (um documento único, com chip eletrônico com os dados pessoais do portador e as digitais dos dedos indicadores), para identificar o cidadão nas mais diversas situações, seja na hora de dirigir, ao entrar num prédio público, viajar ao exterior, dar entrada em benefícios da Previdência Social e declarar o Imposto de Renda pela Internet. Atualmente, 45 milhões de espanhóis têm seu DNI.

Há 10 anos, a Casa Real da Moeda Espanhola implantou o sistema de certificação digital no país e, a partir de então, passou a inserir o certificado digital no DNI. Por isso, a Espanha é um país em potencial para o desenvolvimento da Economia Digital com a segurança da Certificação Digital.

Com os avanços promovidos pelos cartórios brasileiros, nosso país fica a cada dia mais próximo de uma economia digital com o respaldo da fé pública no uso do documento eletrônico.

Mais informações estão a sua disposição nas Newsletters semanais e no portal www.camara-e.net.


Boa leitura!

Anônimo disse...

Fiquei apavorada com a idéia de lembrar da tua bunda na faculdade. Pensei, pensei e nada. Alivio. Seria tarde demais para eu fazer descobertas dessa ordem, risos! Adoro teu blog, guria!