18 de mai de 2008

Desabafo rápido

Sábado à noite. Aniversário de um amigo. Eu e outra amiga conversando próximas ao balcão. De repente um amigo do meu amigo (explico assim para você entender que não se tratava de nenhum maloqueiro) chega tentando arranjar uma brecha para ir até o balcão lotado. Ele passa colado na gente e fala para minha amiga:
Vou ter que passar aqui por trás para chegar no balcão. Se você sentir alguma coisa foi por querer viu. Ele ainda repetiu. Se sentir alguma coisa, foi muito por querer.
Eu fiquei tão passada que não agüentei e disse: Nossa, mas que grosseria foi essa?
Gente, eu tô ficando louca? Se um cara pode dizer isso para uma mulher eu também posso distribuir pescotapas, certo? Eca.

4 comentários:

~Luc disse...

Aaaay, que horror!
Essas coisas não se falam assim, na frente de todo mundo e tals...

Se fosse um ambiente diferente, só ela e ele, ela tivesse demonstrado que estava afim dele, TALVEZ até o comentário fosse menos grosseiro...

Mas na sua frente e sendo a sua amiga inocente?

NÃO É UM HOMEM, É UM CAVALO! Muuuuito grosso, merecia um tapão mesmo!

Flá, to adorando sua volta, agora volte-e-meia você está aquiiiiii! :)

Beeeeeeijos!

Gi disse...

Que péssimo. Aff!

Anônimo disse...

Esse "sentir alguma coisa" é mesmo o que eu estou pensando? Que cara nojento!!!! Por que vocês não chutaram ele?

Têm todo o meu apoio.

Adriana

Anônimo disse...

Seria mais educado se tivesse dito: apeia, te pela e te deita!