24 de nov de 2008

Maverick X Iceman

Eu aprendi que tinha hormônios femininos na escola. Mas só descobri que eles saíam pelas orelhas vendo o magnífico, estupendo, formidável, inenarrável jogo de vôlei de Top Gun. Maverick X Iceman no vôlei de praia causaram uma ebulição sem precedentes neste corpinho. Não sei quantas vezes eu vi e revi esta cena.
O oráculo Google acabou de me contar que isso foi em 1986, e eu devia ter uns 12 anos. Tarde para os padrões atuais. Nessa época eu brincava de Barbie com a Patrícia, a Marcinha, a Francelle e a Adriana. Está certo que as brincadeiras não tinham nada de inocentes, nossas Barbies e Susies eram com-ple-ta-men-te depravadas e a gente nem colocava mais roupinha nem fazia penteados, de tanto que elas transavam com o Bob (anterior ao Ken) e o Beto (aquele cafona). Mesmo assim, eu era muito mais criança do que uma menina de 12 hoje.
Mais ou menos um ano antes de Top Gun eu tive um ensaio disso tudo, de toda essa (como é que eu posso dizer sem ser indelicada) euforia. Foi com a minissérie O Tempo e o Vento, na TV. Mais precisamente nos episódios de Ana Terra. Muito, mas muito mais precisamente quando aquele índio apareceu na vida dela. “Isso é fogo de moça”, explicou a mãe dela. Lembro direitinho. Tive um súbito interesse por Érico Veríssimo e tratei de ler o livro, que fez um efeito bem mais ameno, mas eu não esquecia do índio. Que índio era aquele?
De repente o índio ficou pequeno, virou paisagem. Que jogo de vôlei foi aquele? E o melhor (não sei se você lembra): antes do jogo acabar, Tom Cruise, completamente suado, coloca uma camiseta branca, a famosa jaqueta de couro e vai, sem banho, ter sua primeira noite de amor com a gata do filme. De novo: sem banho. Afe, aquilo foi fetiche demais para mim, para a Patrícia, para a Marcinha, para a Francelle e para a Adriana. Se bobear, a gente fala nisso até hoje.

18 comentários:

crispa disse...

Eu tinha o Beto, e ele era gay!!! Coitada da Susy.

marcia disse...

Nega teu blog deveria estar na lista dos 80 da revista Exame.

Gi disse...

Eu lembro desta cenaaaaaaaaa.
Muito.
Adorei, Flavia.

Bia disse...

Enquanto eles jogavem vôlei eu ja praticava outros esportes. rsrsrs

Lê e Rapha disse...

Já viu a análise de Tarantino sobre Top Gun?
Vale a pena.

http://uk.youtube.com/watch?v=9lTRFWve0Rc&feature=related

eu te disse...

Está explicado. "Você não brincava de médico".

z. tupinambá disse...

Obrigado pela parte que me toca, darling.

Marco. Ou Pernil. disse...

E eu a minha vida inteira tomando banho antes de ir a um encontro.
Devo ter errado aí.

bjs

Cláudia disse...

Top Gun é o filme da minha adolescencia.
Tenho até o DVD e aquele jogo de vôlei realmente é pra acabar com a pose de qualquer uma.

Luccas Jones disse...

Ihhh, eu não entendi nada... Sou da geração dos anos 90, mas achei engraçado, auhsuasusas.

O meu Tom foi Fernando Colunga, de sunguinha em Maria do Bairro, HAHAHAHA.

Anônimo disse...

para o marco:
pode continuar tomando banho e ficando perfumado, que esse tipo de fetiche só funciona visualmente. aliás, cheiro agradável é fundamental.
é ou não é, mulherada?

gera - man in the box disse...

rs, super te entendo

Marcella disse...

é bom mas ficou velho, né?
imagina isso filmado dos moldes de 300.
ok, ficaria gay.
melhor deixar como está.

sou nova no pedaço mas adoro o blog. parabéns.
bj

Pequena Russa disse...

LEMBRO DESSA CENAAA !!!! UAI

Cafeína disse...

rs... muito bom, minha Barbie tb era depravada, minha mãe me ensinava que loiras não prestavam, depois tingiu o cabelo de amarelo, ficava confusa...

adorei seus textos, bjo, apareça no Bebendo!

Dedinhos Nervosos disse...

Top Gun foi o grande responsável pelo meu fetiche com homens de fardas. E 1 belo dia, numa festa a fantasia, eu encontrei SEIS caras com aqueles macacões de piloto. E o melhor é que realmente eram pilotos da marinha! Nem acreditei! hehehe Quando tiver 1 tempinho, ou paciência, dá uma olhadinha aqui: http://dezdedinhos.blogspot.com/2007/10/fantasias-sexuais.html

Roger disse...

pois entao...a minha história de primeiras euforias começa DEPOIS do jogo de vôlei do Top Gun, qdo o Maverick vai lá fazer o serviço na mulher descabelada aquela...tb revi mto aquela cena, mas foi com a minha fiel e companheira amigao mão...hahaha...e dê-lhe reward!

rzandona disse...

Eu assisti a cena do vôlei com minha mãe e família na sala de casa. Eu era pequeno. Pequeno do tipo que costumava correr o dia todo na rua, mesmo no frio. E minha mãe sempre falava que mesmo suando eu deveria colocar uma blusa. Mas eu me recusava, odeio passar calor. Aquilo era inaceitável. E não é que o desgraçado do Maverick coloca uma JAQUETA DE COURO após uma partida disputadíssima e cansativa? Não tem nada mais quente que uma jaqueta de couro, saca?