8 de jun de 2010

Lost - The End


Se você ainda não viu o último capítulo de Lost, azar o seu.
Eu esperei alguns dias para não ser desmancha-prazeres e dar tempo de todo mundo ver antes de comentar. Mas não podia deixar de manifestar minha decepção por ter passado 6 anos esperando alguma resposta e o último capítulo ter sido aquela mistura de final de novela das oito com Harry Potter. Azar o meu.
Pensei que a história da ilha ser uma rolha era só uma metáfora ruim. Mas ver a cena do Desmond tirando a rolha que desandaria a ilha com aquela luz fajuta vindo debaixo da terra foi muito frustrante e bem mequetrefe.
Para ser um final de novela do Manoel Carlos, só faltava alguém ter filhos gêmeos e o casamento duplo de Kate com Jack e Sawyer com Charlotte naquela mesma igreja ecumênica em que todos se encontraram felizes, se abraçaram e finalmente entenderam tudo o que nós já suspeitávamos desde o princípio. Fiquei esperando a entrada da equipe técnica, dos câmeras, dos roteiristas, de todos os envolvidos, inclusive o Rodrigo Santoro, na democrática igrejinha. Todos aplaudindo o diretor num grande show do Lulu Santos cantando: tudo muda o tempo todo no mu-u-undu. Não adianta fugir, nem mentir para si mesmo, agora. Há tanta vida lá fora, aqui dentro, sempre, como uma onda no mar. Até que a banda do Lulu pararia e apenas os personagens continuariam em coro: Como uma onda no maaaaar, como uma onda no mar.
Odiei.

11 comentários:

Mauricio Mori disse...

Sem falar que:

a) Cadê o Michael e o Walt?
b) O amor da vida do Sayid é a Shannon. Sério?? E a tal da Nádia por quem ele até ressuscitou?
c) E qual a finalidade do filho bizarro do Jack no "flash sideways"??

Sério, podia ir até a letra z...maaaass prefiro parar por aqui e te mandar um bjão, minazinha ;-*

Mori

Flavia Coradini disse...

O Sayid era o meu personagem preferido, junto com o Benjamin. Torturador Iraquiano e, ao mesmo tempo, um puta cara. Depois que fizeram chapinha no cabelo dele e que ele virou um zumbi que não falava nem interagia mais, teve o reencontro com a Shannon. Puta personagem e os caras desencanaram de pensar um final decente para ele. Ai, como eu odiei.
Bjs, pilantrucho.

Anônimo disse...

Acho q faltou um final melhor p/ o richard também.

Mauricio Mori disse...

Ahhhhh....depois de postar meu comentário ontem, lembrei de uma coisa...Sabe quem foi q me iniciou na série (ela já tava na 3ª temporada) me emprestando a caixa da 1ª temporada??

Você!! Por isso, tá me devendo um almoço...

Bjão!

Gi disse...

Consegui imaginar o show do Lulu. Vc tem toda a razão.

Flavia disse...

HAHAHAHAHAHAHAHA, show do Lulu Santos foi o melhor!

gera disse...

xorey em russo uahahaha

Palmitos e Cogumelos disse...

Mesmo sendo ruim o fim de LOST deixou um vazio...
Só dexter salva!

Helena Cortez disse...

Só dexter... e eu que já terminei de ver? E agora?

Do ládo de cá disse...

Concordo em gênero, número e grau!!! :o)

Denise disse...

O Sayid també era o meu preferido. E Lost é a maior decepção de todos os tempos.