26 de abr de 2012

São Paulo é como aquele namorado feio, que está totalmente fora dos seus padrões mas que você ama loucamente. Suas amigas não entendem o que você viu nele. Sua família acha que você merecia coisa melhor. Mas você gosta, oras.
Antes de apresentar para os amigos você prepara o terreno: olha, ele não é nenhum Brad Pitt, mas é muito bacana. Sou apaixonada e tenho certeza que vocês vão se dar bem. Ponto. Assim você bloqueia logo qualquer tipo de comentário infeliz ou olhar torto. Amigo que se preze não vai cometer a indelicadeza de falar uma palavra depois que você explica que gosta dele assim, do jeito que ele é.
São Paulo não é facinho. Nossa, como demorou para essa história engrenar. No começo nem você levava fé. Só pensava em balada, todos os dias da semana, tudo não passava de uma amizade superficial. Mas depois de um tempo de convivência começou a rolar um clima, vocês foram ficando mais íntimos, encontrando mais afinidades. Tantas que você não se imagina mais longe dele.
Ele te conquistou pela inteligência, pelas sacadas geniais, porque vocês se divertem muito juntos, vão jantar em restaurantes incríveis ou preparam uma comida divina em casa mesmo. Ele tem um papo ótimo e faz você rir a noite inteira até perceber que o bar já fechou e que vocês são os últimos clientes.
Claro, ele tem um monte de defeitos. Mas tem muito mais qualidades do que muito cara lindo que você conheceu antes. Quando você percebe, já relevou e aprendeu a conviver com todas as imperfeições. Elas viram paisagem e não atrapalham mais nada.
Não dá para saber se esse amor será eterno. Se vocês vão constituir família. Mas mesmo que tudo mude, que vocês estejam bem longe e nem se vejam mais, ouvir falar o nome dele sempre vai fazer você sentir um friozinho na barriga.
Parabéns e obrigada, São Paulo. Pelos nossos 12 anos juntos.

8 comentários:

Renatinha disse...

Se vc soubesse como fico MEGA feliz quando apita que tem post seu.... E ainda mais este sobre SP... Agora que moro longe aprendi a amar cada vez mais esta cidade e ver que este feiozinho me faz tão bem.... Amei seu texto como sempre beijos Re

gera disse...

ihh, desconfio que a gte está num triangulo amoroso

Luís Gustavo Brito Dias disse...

- são paulo sempre esteve do meu lado nos momentos mais loucos, nos momentos de maior inspiração.


grande abraço, flávia.

Gi disse...

rsrsrsrs
ja tive um namorado desses. gostei da comparação.
bjbj

Gi

jz flores disse...

delicia de texto. sempre leio e a pressa me impedi de comentar. mas esse belo e objetivo texto fz eu dá um stop e lhe parabenizar pelo... realmente, apesar de nunca ter morado em SP e ir menos do que gostaria, acredito nesse amor quem vem com o bom conhecimento de causa. moro no Rio e por ele tbm nutro cada dia mais um amor(difícil não gostar).

lilian lovisi disse...

Saudades

ZILA CORADINI disse...

FLÁVIA, CONTINUA ESCREVENDO "SEM VERGONHA", POIS ESCREVES MUITO BEM. TEUS TEXTOS SÃO LEVES E DE UMA LEITURA MUITO GOSTOSA. BJ. TIA ZILA

Cabeça de Mulher disse...

AMO SP!
Simplesmente amo.
Que vc fique mais 12 anos, mais 12 anos, mais 12 anos...