19 de jan de 2007

Laranjas, uni-vos

Queria pedir para o matemático Oswald de Souza fazer a gentileza de calcular a probabilidade real de uma pessoa encontrar a tal metade da laranja, que os românticos inveterados tanto procuram.
Imagine que o mundo é mesmo feito de bilhões de laranjas divididas ao meio e espalhadas aleatoriamente por aí.
Quando na vida você vai encontrar a sua?
Tem que ter muita ajuda divina para isso acontecer. Ok, vamos ser beeeeem otimistas, partir do pressuposto que o destino vai conspirar, as preces da sua mãe serão ouvidas e sim, você vai esbarrar na sua.
Você, como a metade 1, tem que olhar para a metade 2, aceitar aqueles furinhos na casca, achar aquela cor amarela apetitosa e se jogar. Mas a metade 2 tem os mesmos direitos, pô. Ela também tem que abstrair os seus furinhos e querer encaixar os gominhos dela nos seus. Concorda que, mesmo quando você encontra, é difícil as duas metades entrarem num consenso?
Depois, a gente anda exposto a tanta laranja nessa vida que não dá para escolher, assim de sopetão, ao lado de qual delas você vai querer virar um bagaço. A maioria é meio sem gosto, tem as que só servem para suco, aquelas pequenininhas, que só misturando na pinga para engolir. Quantas vezes você já caiu de boca numa laranja que era metade cheia de caldinho totoso e a outra metade totalmente seca? Vai que a metade que te cabe é uma dessas? Eu, hein. Sou mulher de passar o resto da vida comendo laranja como quem mastiga um plástico-bolha?
Quer saber? Melhor do que procurar a sua metade, é ir atrás da salada de frutas toda. Abrir o leque e, quem sabe, começar a achar uma metade de carambola mais interessante do que tudo o que você já viu na vida.

5 comentários:

Roger Bassetto disse...

Segundo pesquisas, o sonho de todo mundo na sociedade como um todo (ó ) é encontrar a sua metade da laranja, morar em um condomínio fechado e lá ficar; lendo um bom livro, comendo um açaí na tigela adoçado com mel puro. Ou seja, evitar o corre-corre da vida moderna.

Flavia Coradini disse...

Roger, junto com o bom livro, uma taça de um bom vinho. Pô, vc evoluiu muito essa lista de palavras compulsórias. rarararararara

Vini disse...

Arrasou gata !!!
Perfeito, perfeito !!!
Eu mesmo já me perguntei essa P* dezenas de vezes e cada vez que me estrepo afetivamente, fico com mais vontade de procurar na cesta das carambolas!!!

Ternurinha disse...

Amei esse texto!
E olha, eu chupei muito limão até chegar na laranja...

Revisora do P... disse...

Já me falaram que laranja é muito visada e acaba logo..que é melhor procurarmos abacates....rs